21.8 C
Goiânia
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Para maior produção de energia nuclear, Irã inicia construção de quatro usinas com orçamento de R$ 98 BI

O país já possui uma usina nuclear operacional, uma instalação de mil megawatts inaugurada com a colaboração da Rússia em 2011

Foto: Reprodução

O Irã iniciou a construção de quatro novas usinas nucleares no sul do país, visando alcançar uma capacidade total de 5 mil megawatts, conforme anunciado pela agência oficial de notícias IRNA nesta quarta-feira, 31.

Segundo Folha de São Paulo, o plano do Irã é produzir 20 mil megawatts de energia nuclear até 2041. O país já possui uma usina nuclear operacional, uma instalação de mil megawatts inaugurada com a colaboração da Rússia em 2011. Além disso, está em andamento a construção de uma usina de 300 megawatts na província de Juzestão, rica em petróleo, próxima à fronteira ocidental com o Iraque.

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), órgão de controle nuclear da ONU, indicou no ano passado que o Irã aumentou a taxa de produção de urânio para níveis próximos aos adequados para a fabricação de armas nucleares. O relatório ressaltou que o Irã “aumentou a produção de urânio altamente enriquecido, revertendo uma redução ocorrida em meados de 2023”, conforme declarado por Rafael Mariano Grossi, diretor-geral da AIEA.

Citado pela IRNA, Mohammad Eslami, chefe da agência atômica iraniana, afirmou que serão necessários até nove anos para concluir as novas usinas. As quatro instalações estão sendo construídas na cidade portuária de Sirik, na costa leste do Irã.

Nasser Shariflou, diretor do projeto, revelou à IRNA que as construções terão um custo aproximado de 20 bilhões de dólares (cerca de R$ 98 bilhões) e proporcionarão a criação de 4 mil empregos. Estima-se que cada usina consumirá 35 toneladas de combustível nuclear por ano.

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
Últimas Notícias
Notícias relacionadas
spot_imgspot_img