21.8 C
Goiânia
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

Alegando “mudança de estratégia”, ministro de comunicação confirma cancelamento das lives de Lula

Apesar de ser motivo de piadas nas redes sociais, devido à baixa audiência, o chefe da Secom atribuiu o problema ao “algoritmo” das plataformas

Foto: Reprodução

Na última sexta-feira, 26, o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Paulo Pimenta, confirmou que as transmissões ao vivo semanais do presidente Lula (PT), não serão retomadas. A última transmissão ocorreu em 19 de dezembro de 2023, antes do recesso de fim de ano.

De acordo com Pimenta, que falou à revista Veja, a decisão de interromper as lives não significa uma substituição, mas sim uma mudança na estratégia de comunicação. Ele afirmou que, se considerar melhor, poderá optar por realizar uma transmissão com Uchôa em alguma semana futura.

Segundo Gazeta do Povo, as lives começaram em junho do ano passado e eram transmitidas todas as manhãs das terças-feiras. Apesar de ser motivo de piadas nas redes sociais, devido à baixa audiência, o chefe da Secom atribuiu o problema ao “algoritmo” das plataformas.

Em setembro de 2023, após um período sem transmissões devido a uma advertência do Tribunal de Contas da União (TCU), Lula retomou as transmissões. O deputado federal Luiz Philipe de Orleans e Bragança protocolou uma representação no TCU, alegando uma “estruturação da publicidade institucional direcionada à promoção” de Lula, pois as lives são transmitidas pelo Canal Gov.

O tribunal concluiu que há situações tanto de caráter informativo quanto de promoção pessoal no programa “Conversa com o Presidente”, resultando na procedência parcial da representação. Nesta sexta-feira, 26, Lula participou de uma entrevista coletiva ao lado do ministro da Educação, Camilo Santana, e já tem outra entrevista agendada para a próxima terça-feira, 30.

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
Últimas Notícias
Notícias relacionadas
spot_imgspot_img