CBF projeta retorno do público aos estádios nas quartas de final da Copa do Brasil

A CBF já idealizou o momento para a retomada do público nos estádios. A entidade quer elaborar um projeto-piloto para liberar a presença dos torcedores nas partidas a partir das quartas de final da Copa do Brasil, prevista para o fim de agosto. Funcionaria como um teste para o retorno definitivo às arquibancadas. A entidade […]

21 julho 2021 - 15:32 | Por João Vitor Simões

A CBF já idealizou o momento para a retomada do público nos estádios. A entidade quer elaborar um projeto-piloto para liberar a presença dos torcedores nas partidas a partir das quartas de final da Copa do Brasil, prevista para o fim de agosto. Funcionaria como um teste para o retorno definitivo às arquibancadas.

Foto: Lucas Figueiredo / CBF

A entidade enviou um ofício às federações estaduais, assinado pelo presidente em exercício, Coronel Nunes, pedindo para que elas dialoguem com as autoridades públicas de saúde na tentativa de ter o aval para a liberação.

Entendendo que as condições sanitárias já mostram certa evolução em meio à pandemia de Covid-19, a instituição criou um grupo de trabalho para intensificar um estudo sobre a situação. A ideia é justamente criar um projeto-piloto para iniciar os testes na próxima fase da Copa do Brasil.

Alguns estados brasileiros já têm sinalizado a possibilidade de liberação de público em seus eventos esportivos. A partida entre Flamengo e Defensa y Justicia, pelas oitavas de final da Libertadores, nesta quarta-feira, por exemplo, será realizada no Mané Garrincha, em Brasília, com 25% da capacidade do estádio liberados — apenas para pessoas que já tenham tomado as duas doses da vacina ou apresentem exame PCR com resultado negativo.

Sobre em quais condições os torcedores teriam acesso aos estádios nas quartas de final da Copa do Brasil — se a ideia for efetivada mesmo —, a CBF deve se pronunciar posteriormente, através da sua Diretoria de Competições (DCO) da Comissão de Médicos e de Combate à Dopagem (CMCD).

Acadêmico de Jornalismo pela PUC - Goiás, redator do Papo Aberto e entusiasta em Política Internacional e Esportes.

NAS REDES

© COPYRIGHT 2018, PAPO ABERTO - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS